Sindesspa denuncia atrasos de repasses do Iasep 

Data: 28/04/2016

O presidente do Sindesspa, Breno Monteiro, concedeu entrevista ao jornal Diário do Pará, onde denunciou os atrasos do Iasep no repasse de recursos aos estabelecimentos conveniados ao Instituto. Confira abaixo a matéria na íntegra:

 

Servidora e coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (SindSaúde), Miriam Andrade há 2 meses pagou R$ 300 por um procedimento cirúrgico porque o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) não havia pago a prestadora de serviços. “Se eu não faço, poderia morrer”, afirma.

 

Segundo o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Serviço de Saúde do Estado do Pará (Sindesspa), Breno Monteiro, a experiência de Miriam, relatada em audiência na Assembleia Legislativa do Pará no mês passado, está sendo vivida por outros servidores. O Governo de Simão Jatene tem dado calote e faz com que alguns prestadores de serviço do Iasep suspendam o atendimento aos pacientes. Esse quadro, segundo ele, se dá porque 80% desses prestadores do plano de saúde estadual estão recebendo com atraso de pelo menos 1 mês. Para se ter uma ideia, o pagamento de julho de 2015 só está sendo realizado este mês. Dezembro de 2014 só foi pago no decorrer de 2015 e assim sucessivamente. Cerca de 80 empresas associadas ao sindicato prestam serviços para o Iasep, como hospitais, clínicas e laboratórios.

 

HOSPITAL

 

Monteiro afirma que o Hospital e Maternidade João XXIII, em Santarém, está se recusando a atender os segurados do Iasep. A informação também foi divulgada ontem pelo Repórter Diário. Embora o Estado, por meio de assessoria negue, a informação, Monteiro diz que a suspensão ocorreu.

 

Segundo ele, a pendência nos pagamentos ocorre desde 2014. Alguns prestadores já comunicaram ao Governo sobre a suspensão dos serviços enquanto a situação não for regularizada. Outros veladamente dispensam os usuários quando ligam em busca de atendimento.

 

“Os prestadores dão a desculpa de que não há vagas”, destaca Monteiro. O Iasep afirma, por meio de nota, que o instituto mantém a média de 62 mil consultas e 280 mil exames realizados por mês. Disse, ainda, que “nenhum credenciado, com documentação em dia, passou 2 meses sem receber”. Sobre a suspensão de atendimento do Hospital João XXIII, o Iasep afirmou que “está pagando a empresa regularmente” e que uma auditoria apura denúncias de excesso de atendimento de urgência e emergência.

INFORMAÇÕES PARA CONTATO

Rua dos Pariquis nº 3001 12º andar sala 1202 - Cremação - Belém - Pará

Telefone: (91) 3249-8329 / (91) 99189-3664

Email: contato@saepa.com.br

Facebook: www.facebook.com/sociedadedeanestesiologiapa